Criado no siteVocê na capa de NOVA ESCOLA.

Família e amigos

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Texto fatiado: O fantasminha trapalhão

O FANTASMINHA TRAPALHÃO

Que horror! ... Vocês querem conhecer o Ventinho o fantasminha trapalhão? Venham comigo então...

Num castelo mal – assombrado, vivia uma família de fantasmas: o pai, Fantasma Ventão, a mãe Fantasma Ventania e seus filhos: Ventinho e Brisa.

Os fantasminhas eram mesmo um horror.

Viviam assombrando todas as pessoas que por ali passavam.

O que o Ventinho e Brisa mais gostavam de fazer era esconder-se e aparecer de repente, puxando os cabelos das pessoas.

Certo dia, Ventinho resolveu assustar uma velhinha que passava por ali muito distraída.

Saindo detrás de uma pedra, gritou:

- Uh! Uh! Buá, á, á ...

Vou assustar a velhinha e seu cabelo puxar!

E, bem depressa, foi puxando os cabelos da pobre velhinha.

Mas Ventinho levou um grande susto: a cabeleira da velha saiu em suas mãos.

O fantasminha não sabia o que fazer.

Olhava surpreso para a velhinha, que de repente ficou carequinha... carequinha...

Ventinho não sabia que a velha usava uma peruca.

A velhinha começou a gritar:

- Socorro! Polícia! Estão roubando a minha peruca! Quem me ajuda?

E começou a bater com a sombrinha no fantasminha com toda força.

Coitada! Ela não sabia que Ventinho era um fantasma, e as sombrinhadas não valiam de nada, não o atingiam.

Ventinho ficou tão assustado que largou a peruca e saiu voando depressa de volta ao castelo mal – assombrado.

A fantasminha Brisa começou a rir e disse a Ventinho:

- Bem feito, quem mandou assustar a pobre velhinha? Veja a confusão em que você se meteu. Que isso lhe sirva de lição.

Ventinho, muito sem graça, respondeu:

- É irmãzinha, você tem razão. Com esta confusão que causei, não quero mais saber de assustar ninguém.

Vou viver bem sossegado a minha vidinha de fantasma aqui no castelo mal – assombrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário